Make your own free website on Tripod.com

Qual a importância de uma Comunidade Terapêutica feminina em Joinville hoje?



É importante se dispor, em qualquer cidade ou estado ou mesmo país, de diversos recursos de tratamento para dependentes químicos. Estes recursos, dependendo da população, não precisam ser necessariamente próprios, mas devem estar à disposição, mesmo que fora dos limites da cidade, do estado ou do país.

Dependentes diferentes precisam, muitas vezes, de diferentes formas de tratamento. Alguns conseguem iniciar sua recuperação, por exemplo, desde o início com tratamento ambulatorial ou em grupos de mútua ajuda (como, por exemplo, os Alcoólicos Anônimos e os Narcóticos Anônimos). Alguns precisam de internações hospitalares para desintoxicação ou afastamento inicial do álcool ou de outras drogas. Alguns precisam de atendimento psicológico ou psiquiátrico. E, alguns, necessitam de um tratamento em uma Comunidade Terapêutica.

O que queremos dizer com isso é que uma CT não é a única forma de tratamento para todos os dependentes, nem que "concorre" com outros modos de tratamento. Na verdade, uma CT complementa os demais modos de tratamento, e é complementada por eles.

No entanto, alguns dependentes, por características suas e de sua doença, necessitam da forma de tratamento oferecida por uma CT.

Assim, dentre os recursos existentes em uma comunidade, devem constar também as CTs.

No Brasil inteiro, existe um número considerável de CTs masculinas, e muito poucas femininas.

Como se tem observado que cada vez mais mulheres procuram tratamento para dependência química, há uma deficiência de vagas em CT para mulheres.

Em nossa cidade, Joinville, e nas redondezas, há um número considerável de Comunidades Terapêuticas atuantes, mas recebendo somente pacientes do sexo masculino.






Data de criação da primeira página da Associação na Internet: 22/05/98

Data da última atualização desta página: 30/05/00